Translate this Page

Rating: 3.2/5 (146 votos)




ONLINE
1










Pontos de Seu Zé

Pontos de Seu Zé

 

 (01) Será que foi feitiço seu Zé? Pra eu ficar, do jeito que eu fiquei.

(bis) Sete dias andando, sete dias bebendo por aí, só pra ver passar  

aquela linda mulher. (bis)Olha ela aí seu Zé, olha ela aí, girando

assim como dama gira na noite de cabaré!!!(bis)

 

 

2. Você ta vendo aquela casa pequenina,

lá no alto da colina que eu mandei fazer...

E la que malandro mora, otário não tem moradia.


3. O morro de Santa Tereza está de luto,

porque o malandro morreu...

O morro de Santa Tereza está de luto,

porque o malandro morreu...Ele não morreu,

ele desapareceu... na decida da ladeira seu

Zé pelintra apareceu{2x}.

 

4. Ô Zé quando for para lagoa toma cuidando

com o balanço da canoa. Ô Zé faça tudo que

quiser só não maltrate o coração dessa mulher...

 

5. Disseram que Zé pelintra morreu isso é

conversa de quem não tem o que fazer,

botaram fogo no defunto, mas o defunto

desapareceu, quem falar mal do seu

Zé vai ver o caldeirão do inferno ferver, (2x)                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          

                                                                                                                                                                                           6. Zé Malandrinho do morro preciso

de vc pra me tirar de um sufoco (bis)

A vida sem vc não vale nada Zé Malandrinho,

meu camarada (bis)

 

7. Quando eu desço do morro a nega pensa

que eu vou trabalhar Eu trago o meu baralho

no bolso meu cachecol no pescoço e vou

pra barão de Mauá, trabalhar, trabalhar pra

que? Se eu trabalhar eu vou morrer! Trabalhar,

trabalhar pra que?  Se eu trabalhar eu vou morrer!

 

8. Estava sentado na praça quando a polícia chegou.

 Estava sentado na praça quando a polícia chegou.

Eu tenho um sentimento profundo me levaram

preso como um vagabundo.eu tenho um sentimento

profundo me levaram preso como um vagabundo.

 

9. Zé, Zé Pelintra enganador enganou a moça

dizendo que era doutor Zé, Zé Pelintra enganador 

enganou a moça dizendo que era doutor Eu não,

não fui eu que enganou quando eu passava ela

dizia Zé pelintra meu amor Não, não fui eu que

enganou quando eu passava ela dizia Zé pelintra meu amor.  

 

10. Sou eu Jose pilantra nego do pé arranha

dona direita eu só bonzinho na esquerda eu

sou danado seu douto seu douto Zé pelintra

chego com os poderes de deus obrigado

senhor Zé pelintra é eu obrigado senhor !

 

11. Seu Zé pelintra na aruanda ele é caboclo

Deus me de força pra com ele eu trabalha (bis)

é o rei é o rei é o rei do panamáé o rei é o rei

ele é reino meu conga salve seu Zé! Sarava

 

12. De terno branco seu punhal de aço puro

seu ponto é seguro quando vem pra trabalhar

seguro o nego que esse nego é Zé pelintra na

descida do morro ele vem trabalhar.

A históriade um certo Zé eu agora vou contar ele fez uma

promessa nos braços de iemanjá a canoa

já virou olha a marola lá no mar se salvasse

a sua vida da bebida ele ia largar por causa

dessa promessa nego Zé se transformou

sarava seu Zé pelintra na umbanda ele é doutor.

 

13. Se a radio patrulha chegasse aqui agora

seria uma grande vitória ninguém poderia correr,

se a rádio patrulha chegasse aqui agora seria

uma grande vitoria ninguém poderia correr agora

que eu que ver quem é malandro não pode correr

agora que eu quero ver quem é malandro não pode correr!

 

14. Juraram de me matar na porta de um cabaré,

 juraram de me matar na porta de um cabaré,

todo dia eu passo lá só não matam porque não

quer todo dia eu passo lá e ainda estou de pé.

 

15. Bravo senhor bravo seu Zé pelintra chegou

bravo senhor bravo oi dizendo que eu era

doutor bravo senhor bravo seu Zé pelintra

chegou bravo senhor bravo oi dizendo que

era doutor ele matou pai, matou mãe,

matou padrinho e madrinha matou

um cego na estrada e um aleijado na linha.

 

16. Neste dia tão brilhante todos nós vamos

louvar O amigo importante, que na Umbanda

não pode faltar Ele é seu Zé Pelintra que vive

na vadiagem... Ele é chamado de Rei,

é o Rei da Malandragem!Mas ele é...

Mas ele é... Seu Zé Pelintra também chamado de Zé...

 

17. Pulando cruzado no meio do terreiro chegou,

chegou Zé pelintra que veio da gege nagô...

Chegou Zé Pelintra que veio do lado de lá.

Fumando e bebendo dizendo vamos sarava...

 

18. Pegue o papel e tire o prateado (bis)

aperte bem fininho, está pronto o baseado!

(bis) Salve seu Zé, salve a malandragem!

 

19. Coitada da vizinha da esquina que foi falar

mal do seu Zé e vejam o que aconteceu

com ela virou mulher de cabaré!


20. Estava sentado no muro fumando um

bagulho a policia chegou joguei meu bagulho

pro alto sai de pinote ela não me pegou!(bis)


21. Oi Zé, oi Zé, oi Zé, oi Zé (2x)

 

Seu Zé Pelintra é meu pai e minha mãe,

 

amigo pro que der e o que vier

 

Quando eu caio, ele me ensina a levantar

 

Quando eu levanto, ele me ajuda a caminhar

 

Seu Zé, camarada e irmão, você mora dentro do meu coração

 

Seu Zé, meu mestre e professor, me ensina toda a cartilha do Amor

 

Oi Zé, oi Zé, oi Zé, oi Zé (2x)

 

Salve o Seu Zé nas setenta e sete linhas

 

Advogado, ele conhece a Lei

 

Na linha das Almas, carinho e sabedoria

 

Na linha do trem, abre o caminho do bem

 

No catimbó, esse mestre é bom que só;

 

Na malandragem ele vive a vida

 

Se a banda vira, o Seu Zé também está ai,

 

com a proteção que não nos deixa cair

 

Oi Zé, oi Zé, oi Zé, oi Zé (2x)

 

Assim caminho na aba do seu chapéu

 

De pouco em pouco, aprendendo a ser feliz

 

Pois ele é mestre na psicologia

 

Na lei dos homens e na arte da magia

 

Mas é no Amor e no perdão que ele nos dá a verdadeira lição

 

E é por isso que sou seu trabalhador, de corpo e alma na Seara do Amor

 

Oi Zé, oi Zé, oi Zé, oi Zé (3x)

 


 

22. CHAMADA DE ZÉ PELINTRA

 

Sarava seu Zé Pelintra,

 

Moço do chapéu virado,

 

Na direita ele é maneiro,

 

Na esquerda ele é pesado. (bis)

 

Cuidado meu camarada,

 

Não meta a mão em cumbuca,

 

Quem mexer com Zé Pelintra,

 

Vai ficar lé lé  da cuca.(bis)

 

Sou filho de Zé Pelintra,

 

Tenho que me orgulhar,

 

Pra me livrar de mandinga.

 

Carrego o meu patuá. (bis)

 


 

23. Ponto VIBRAÇÃO DE CATIMBÓ

 

PARA DESMACHAR FEITIÇO

 

Meu galo preto

 

Do pé amarelo,

 

Canta meu galo

 

Só faz o que eu quero... (bis)

 

Na direita tenho Deus,

 

Porque Nele tenho fé,

 

Na esquerda tenho meu galo,

 

Que desmancha tudo com o pé.

 

Meu galo preto

 

Do pé amarelo,

 

Canta meu galo

 

Só faz o que eu quero... (bis)

 

No pino da meia-noite,

 

Um galo preto cantou,

 

Ele veio tirar despacho,

 

Que você pra mim botou.

 


 

24. ZÉ PILINTRA

 

Está vendo aquele moço,

 

Sentado logo ali,

 

Todo de terninho branco,

 

Chapéu de palha,

 

Olhando pra mim. (bis)

 

É Zé Pelintra é,

 

Ele é o Zé,

 

Ele é malandro,

 

Ele é boêmio,

 

Ele é o Zé. (bis)

 


 

25. ZÉ PILINTRA NO CATIMBÓ

 

É TRATADO DE DOUTOR!

 

QUANDO ABRE A SUA MESA

 

TEM FAMA DE REZADOR!

 

QUEM É AQUELE HOMEM SENTADO LOGO ALI...

 

TODO DE TERNINHO BRANCO CHAPÉU DE PALHA

 

OLHOU PRA MIM... ELE É O ZÉ...

 

O ZÉ PILINTRA É...

 

ELE É MALANDRO ELE É BOÊMIO ELE É DE FÉ...

 


 

26. SEU ZÉ FECHE A PORTEIRA, CANCELAS E TRONQUEIRA!

 

NÃO DEIXE O MAL ENTRAR

 

OLHA QUE O GALO JÁ CANTOU NA ARUANDA

 

FAROFA NA FUNDANGA EU QUERO VER QUEIMAR!

 


 

27. O ZÉ QUANDO FOR LÁ, NA LAGOA

 

TOMA CUIDADO COM BALANÇO DA CANOA

 

OI ZÉ FAÇA TUDO QUE QUISER

 

SÓ NÃO MALTRATE O CORAÇÃO DESSA MULHER!

 


 

28. EU ENCONTREI O ZÉ PILINTRA NO CRUZEIRO...

 

CHORANDO PELO AMOR DE UMA MULHER...

 

ELE CHORAVA POR UMA MULHER CHORAVA POR UMA MULHER..

 

CHORAVA POR UMA MULHER QUE NÃO LHE AMAVA...

 

QUEM É QUE USA GRAVATA VERMELHO

 

TERNO BRANCO E CHAPÉU DE BANDA

 

E SEU ZÉ PILINTRA E DOUTOR DE UMBANDA

 

QUE VEM CHEGANDO DA SUA ARUANDA

 

BRAVO SR ZÉ PILINTRA CHEGOU!

 

JUREMA, JUREMINHA, JUREMEIRA (2X)

 

SARAVÁ SEU ZÉ PILINTRA

 

SALVE A FOLHA DA GAMELEIRA!

 


 

29. COM SEU CHAPÉU DE PALHA

 

E SEU LENÇO NO PESCOÇO

 

ZÉ PILINTRA ESTÁ NA TERRA

 

PRA DIZER: BOA NOITE, MOÇO!

 

MORADOR LÁ NO SERTÃO

 

TRAZ SUA FIGA NO PÉ

 

SE NÃO ESTÁ ABORRECIDO

 

LOUVA JESUS DE NAZARÉ!

 


 

30. TRANCA RUAS E ZÉ PILINTRA

 

SÃO DOIS GRANDES COMPANHEIROS,

 

TRANCA RUAS NA ENCRUZA,

 

E ZÉ PILINTRA NO TERREIRO.

 

TEM GENTE QUE ME CHAMA DE AMIGO,

 

MAS NÃO POSSUI NO CORAÇÃO A LEALDADE,

 

SE PENSAM QUE ME ENGANAM EU NÃO ME ILUDO,

 

SEM LEALDADE NÃO EXISTE AMIZADE, É SÓ FALSIDADE!

 

LÁ NO MORRO É QUE É LUGAR DE TIRAR ONDA. (BIS)

 


 

31. TOMANDO BRAHMA DE MEIA, JOGANDO BARALHO E RONDA.

 

DE MADRUGADA QUANDO VOU DESCENDO O MORRO,

 

A NEGA PENSA QUE EU VOU TRABALHAR. BIS

 

EU BOTO MEU BARALHO NO BOLSO,

 

MEU CACHECOL NO PESCOÇO.

 

E VOU PRA BARÃO DE MAUÁ!

 

MAS TRABALHAR, TRABALHAR PRA QUÊ? {BIS}

 

SE EU TRABALHAR EU VOU MORRER.

 

DE DIA NUMA LINDA BATUCADA

 

DE NOITE NOS BRAÇOS DA AMADA.

 

QUAL É QUE É, SEU ZÉ. QUAL É QUE É?

 

EU SEI QUE SEU CASO É MULHER.

 

CALÇA, CULOTE, PALETÓ, CAMISA FINA

 

SÓ ME FALTA UMA BOTINA, PRA ACABAR DE AJEITAR

 

É ZÉ PILINTRA SIM SENHOR, E ZÉ PILINTRA SEU DOUTOR

 

SEU DOUTOR, SEU DOUTOR… (BIS)

 


 

32. SEU ZÉ PILINTRA É QUEM CHEGOU AGORA

 

SEU ZÉ PILINTRA VEM PRA TRABALHAR

 

SEU ZÉ PILINTRA MESTRE DE ARUANDA

 

VAI FIRMAR SEU PONTO NESTE CONGÁ

 

ELE VEIO FOI DE ALAGOAS

 

MAS ELE VEIO PRA LHE AJUDAR

 

SEU ZÉ PILINTRA MESTRE DE ARUANDA

 

VAI FIRMAR SEU PONTO NESTE CONGÁ

 


 

33. ZÉ PILINTRA, ZÉ PILINTRA

 

BOÊMIO DA MADRUGADA

 

VEM NA LINHA DAS ALMAS

 

E TAMBÉM NA ENCRUZILHADA

 

AMIGO ZÉ PILINTRA

 

QUE NASCEU LÁ NO SERTÃO

 

ENFRENTOU A BOEMIA

 

COM SERESTA E VIOLÃO

 

HOJE NA LEI DE UMBANDA

 

ACREDITO NO SENHOR

 

POIS SOU SEU FILHO DE FÉ

 

POIS TEM FAMA DE DOUTOR

 

COM MAGIA E MIRONGAS

 

DANDO FORÇAS AO TERREIRO

 

SARAVÁ SEU ZÉ PILINTRA

 

O AMIGO VERDADEIRO

 


 

34 .VALEI-ME SENHORA APARECIDA

 

PORQUE TU ÉS A GRANDE PADROEIRA

 

VALEI-ME SENHORA DO AMPARO

 

ESTRELA GUIA E O MEU POVO DA BAHIA

 

VALEI-ME SENHOR DO BONFIM

 

E OS BAIANOS DESTE PADROEIRO

 

VALEI-ME ORIXÁ FORMOSO

 

QUE GIRA - GIRA NESSE TERREIRO

 

QUEM VEM NA FRENTE É SEU ZÉ PILINTRA

 

COM SEU CHAPÉU DE LADO, SEU LENÇO ENCARNADO

 

ELE VEM SAUDAR FILHOS DE NAZARENO

 

PRA DAR MAIS FORÇA NESSE TERREIRO

 


 

35. SEU ZÉ PILINTRA QUANDO VEM LÁ DE ARUANDA

 

VEM VENCER SUA DEMANDA, VEM ABRIR SEU JACUTÁ

 

SAUDANDO O SOL, SAUDANDO O MAR

 

A ESTRELA GUIA QUE CLAREIA ESTE CONGÁ

 

SEU ZÉ PILINTRA QUANDO VEM

 

ELE TRÁS SUA MAGIA

 

PARA SAUDAR TODOS SEUS FILHOS

 

E RETIRAR FEITIÇARIA

 

PISA NA ARUANDA ZÉ PILINTRA EU QUERO VER

 

PISA NA ARUANDA ZÉ PILINTRA EU QUERO VER

 


 

36. EU BEM QUE DISSE A VOCÊS, MAS PARECE QUE EU ADIVINHO

 

E O FEITIÇO QUE TU TINHAS SEU ZÉ PILINTRA TIROU

 

DEU MEIA NOITE NA LUA DEU MEIO DIA NO SOL

 

SUSTENTE O PONTO SEU ZÉ QUE O PONTO É DE CATIMBÓ

 


 

37. SEU ZÉ PILINTRA NÃO TEVE PAI

 

SEU ZÉ PILINTRA NÃO TEVE MÃE

 

ELE FOI CRIADO POR OGUM BEIRA MAR

 

EM NOME DE DEUS E DE TODOS OS ORIXÁS

 


 

38. LÁ VEM ZÉ, LÁ VEM ZÉ

 

LÁ VEM ZÉ LÁ DA JUREMA

 

LÁ VEM ZÉ LÁ VEM ZÉ

 

CHEGOU ZÉ DO JUREMÁ

 

QUANDO SENHOR ZÉ VEM DA JUREMA

 

TODO MUNDO QUER LHE VER

 

SENHOR ZÉ NÃO DESCE NUMA MESA

 

QUE NÃO TENHA O QUE BEBER

 

PRA SENHOR ZÉ – TEM, TEM, TEM

 

PRA SENHOR ZÉ - SEMPRE TERÁ

 

PRA SENHOR ZÉ - TEM O QUE BEBER

 

PRA SENHOR ZÉ - TEM O QUE FUMAR

 

SENHOR ZÉ BEBEU

 


 

39. QUEM FOI QUE VIU ZÉ PILINTRA

 

BRINCANDO NESTE SALÃO

 

COM A SUA GARRAFA DE PINGA

 

E SEU CHARUTO MÃO

 

DENTRO DA VILA DO CABO

 

FOI PRIMEIRO SEM SEGUNDO

 

NA BOCA DE QUEM NÃO PRESTA

 

ZÉ PILINTRA É VAGABUNDO

 

DENTRO DA VILA DO CABO

 

SETE VENDAS SE FECHOU

 

FOI COM A FUMAÇA CONTRÁRIA

 

QUE ZÉ PILINTRA MANDOU

 

EU NÃO GOSTO DE CACHAÇA

 

E NEM MEU MANO GOSTA DELA

 

EU BEBO SETE GARRAFAS

 

E MEU MANO, SETE TIGELAS.